4.9.14

Analisando o #StopTheBeautyMadness

Depois do desafio do "Ice Bucked Challenge" - Desafio do balde de gelo - que caiu nas graças dos fanfarrões de plantão da internet e perdeu sua razão de existir, agora é a vez do Desafio sem Maquiagem nas redes sociais.  

Aliás, você sabe de onde surgiu esse "desafio"? 

Imagem: Stop The Beauty Madness

A idéia original teria surgido ano passado, quando a empresa de cosméticos Escentual lançou uma campanha mundial em outubro - o mês rosa - chamada “Dare To Bare” (algo como “Ouse Se Expor”) que tinha como objetivo arrecadar um dindin além de alertar as mulheres para a importância da prevenção do câncer de mama. Então foi aí que surgiu o #NoMakeUpSelfie (Selfie Sem Maquiagem) nas redes sociais em apoio à campanha. 

Esse ano a bola foi levantada novamente, numa idéia semelhante e em prol da campanha #StopTheBeautyMadness (Parem a loucura da Beleza) e mais uma vez, assim como foi com o desafio do balde de gelo, percebi que realmente tem pessoas que não sabem brincar... Ou ainda pior, não sabem levar nada a sério. 

Antes de falar da falta de noção alheia, vamos a uma breve explicação sobre o  #StopTheBeautyMadness - se você não faz nem idéia do que estamos falando, vamos esclarecer as coisas, né?

Tudo começou com uma escritora britânica - Robin Rice - que resolveu parar para questionar os padrões de beleza que a sociedade nos impõe, e fez isso através de uma série de anúncios publicitários com o intuito de chamar a atenção mesmo para toda essa loucura que é a tal "ditadura da beleza".  Robin Rice quer fazer com que as mulheres enxerguem a si mesmas e parem para pensar nessa loucura toda a que estamos sujeitas todos os dias, pela sociedade, pela mídia.... 

No meu ponto de vista, não é novidade em termos de campanha - quem se lembra da campanha da Dove pela "Real Beleza"? - mas vamos concordar que é uma boa causa. :) 

Ok, até aí, tudo muito bom, tudo muito bonito... se não fosse a bagunça que já virou. :( 
E assim, uma campanha que tinha tudo para ser legal perde o foco e vira motivo de discussão no Facebook, seja por falta de respeito pela opinião do outro, ou ainda pela falta de conscientização da campanha. 
Dois motivos que me fizeram acreditar que na verdade #SomosTodosJoselitos, isso sim: 
● Intolerância: E aqui entra também a falta de respeito. Acho que isso não é só com essa campanha, mas com qualquer outro assunto que renda uma boa polêmica - o clássico trio "política, futebol e religião", e por aí vai... Povo nunca está satisfeito. 
Juro que li - e vou ser sincera, de amigos da minha timeline - posts super revoltados dizendo que não aguentam mais ver as tais fotos "sem maquiagem", com direito a palavrões e distribuição de passagem pro inferno só de ida! Não sei dizer se isso me decepcionou ou me assustou. Não gostar, não apoiar, não te dá o direito de sair ofendendo quem tem uma opinião diferente da sua, isso não te faz superior a ninguém, sinto te dizer. 
Mas o que me impressionou, é o tanto de mulher que andou se incomodando com as fotos publicadas. Como comentaram no Facebook, chega até parecer "recalque" por não ter coragem de fazer o mesmo, ou vai saber, é só chatice mesmo. Não quero crer nisso, mas sinceramente não dá para entender porque tanto ódio no coraçãozinho. 
● Distorção: Numa coisa tenho que concordar, é INCOERENTE ter gente fazendo o desafio por fazer, e ainda exigir alguma maquiagem em troca caso a amiga desafiada não poste a sua foto. É incoerente se você pensar que pedir mais maquiagem em troca, contradiz a idéia de mostrar a cara lavada, independente de hashtag "StopTheBeautyMadness" ou seja lá qual for... 
Simplesmente, acho triste e decepcionante isso. Aí dá vontade mesmo de gritar "Pára que eu vou descer no próximo ponto!"
Posso ter sido chata com minhas amigas que participaram do desafio em ter mandado links explicando a origem, mas eu penso, se é para fazer, vamos fazer direitinho. E sim, fui desafiada a postar minha foto tambem! Quem quiser ver meu post, é só clicar aqui: http://goo.gl/lNIemx 
Não vou ser hipócrita a ponto de dizer que viveria sem maquiagem. E depois, que mulher não gosta? Claro que dá pra gostar de cosméticos de forma saudável, mas não dá pra viver por exemplo, na neura de ter que se maquiar só pra ir até a padaria, né? É mais ou menos a idéia do excesso: tudo que é demais não faz bem. Maquiagem em excesso não é saudável nem para a pele e a partir do momento em que você precisa dela para se sentir mais bonita, isso é um sinal de que tem algo errado aí.
A campanha não está pregando que você jogue todas as suas maquiagens no lixo e viva de cara lavada, não está propondo que viremos todas ripongas desleixadas, mas sim que saibamos nos enxergar e a gostar de nós como somos, e não como querem que a gente seja. Vamos ser mais naturais e menos artificiais. ;) E que mal há nisso? 
Para quem quiser ler mais sobre o assunto, aqui vão alguns links interessantes: 
● Portal Vírgula - Campanha incentiva mulheres a fazerem selfies sem make; Entenda a proposta e saiba como aderir: http://goo.gl/JMpp8d
● Manual do Homem Moderno - Por que as mulheres deveriam investir na beleza sem maquiagem?: http://goo.gl/haOBRh
● Mas não me diga? - 7 sinais de que as pessoas não entenderam a #StopTheBeautyMadness: http://goo.gl/lY8fvd
E para a galera "do contra": Mais amor e menos ódio no coraçãozinho. :) 
Disclaimer Rotaroots
Quer conhecer o projeto e participar? Faça parte 
do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você leu esse post até aqui, muito obrigada e espero que tenha gostado! Fique também a vontade se quiser deixar seu comentário, que terei o maior prazer em responde-lo.
Fico feliz com a sua visita. Obrigada e volte sempre! ^_^

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...